28/04/2017

Um mal nunca vem só*

A semana passada, um dia depois do funeral, fui a uma consulta no Hospital com o pequeno, não saí de lá com boas noticias. À saída bateram-me no carro por trás. Chorei. A senhora pediu mil desculpas, pensou que tivesse a chorar do susto e por ter o pequeno dentro do carro. Também, mas chorei sobretudo dos nervos por estar tudo a correr bem (para não dizer o contrário), só me faltava mesmo sofrer o meu primeiro acidente de carro para acrescentar à minha lista de azares.

(Um carro policia vinha no sentido contrário e assistiu a tudo, poupou-me dores de cabeça! E o meu carro saiu ileso, ao menos isso. )

*Pelo menos na minha vida é assim. Quando algo se estraga ou algo de mal acontece, já sei que não nos ficamos por aí, uma maré de azares está por vir.

2 comentários:

Ellie disse...

:( Fiquei preocupada agora... Espero que não seja nada muito sério!
Beijo grande

Moa disse...

vai tudo melhorar ;)