14/09/2016

[Consulta 1 ano] Idade cronológica / ajustada

Fomos às consultas de 1 ano e estava tudo muito bem com o pequeno, está a crescer e a desenvolver-se como um bebé de termo. Aos três meses deu um pulo e a nível de crescimento (altura e peso) já ninguém diria que era um bebé prematuro, a nível de desenvolvimento só o tempo diria mas ele revelou-se um bebé muito desembaraçado. Hoje em dia já não faz muito sentido fazer essa diferenciação entre idade cronológica e corrigida mas os médicos são obrigados a acompanha-lo até aos 2/3 anos tendo em conta estes "parâmetros".

Cada criança tem o seu ritmo de crescimento, uma média de desenvolvimento não passa disso mesmo - uma média -, uns andam mais tarde, outros falam mais cedo, e esta diferenciação entre idade cronológica e corrigida serve para isso mesmo, é um critério que é logo esclarecida aos pais de bebés prematuros para não ficarem preocupados ou criarem falsas expectativas sobre o crescimento e desenvolvimento do seu bebé. Basicamente, a idade cronológica corresponde à idade que o bebé tem - a data do seu nascimento; e idade corrigida, a idade que ele deveria ter caso não tivesse nascido antes do tempo. Há que fazer este desconto para sermos justos no crescimento e desenvolvimento de um prematuro, só assim podemos compará-lo a um bebé de termo. E as pessoas não entendem isso, ninguém entende que alguns bebés são mais novos do que aquilo que o cartão de cidadão diz! 

Bebés quase de termo (35-36 semanas) não têm diferenças significativas, mas quanto maior for a prematuridade, mais essencial será ter em conta estes parâmetros. Muitas vezes não podemos esperar que um bebé prematuro com 9 meses cronologicos gatinhe, por ex, quando na realidade ele deveria ter menos uns dois ou três meses! Por exemplo, o meu filhote fez 1 ano em Agosto mas segundo a idade corrigida ele ainda tem 10 meses porque nasceu cerca de dois meses antes. (Ler melhor aqui). Apesar de tudo (e aproveitando para actualizar as gracinhas que ele vai adquirindo), o meu com 12 meses (que deveriam ser 10 meses!):

*Já gatinha com bastante agilidade e a alta velocidade! Começou aos 11 meses e já ninguém o pára;
* Mete-se de pé sozinho e dá passinhos para o lado agarrado às coisas;
* Trepa a nossa cama que é daquelas baixinhas;
* Pode comer de tudo como nós adultos. Tive de perguntar: "e sushi, pode comer?" LOL. Mas também deveria ter perguntado "e comida de gato?" É um perigo!
* Gosta de imitar os adultos e de ter autonomia. Já vai preferindo beber a água pelo copo (mesmo molhando-se mais do que aquilo que bebe) e agarrar a comida com as mãos para ser ele a levar à boca (mesmo acabando todo chafurdado)
* É tão autónomo que a enfermeira do centro de saúde falou em desfralde ... ME-DO! Mas a pediatra do público disse que era muito cedo, normalmente é só aos 2 anos e meio e é quando é ... Fiquei mais descansada porque só contava ter essa dor de cabeça precisamente para o ano, por essa idade. Não estava a ver tirar-lhe a fralda sem ele saber falar sequer!!!
* Imita-nos. Aprendeu a imitar um espirro e é vê-lo gargalhar. Ele vai adorar o inverno e ver o pessoal todo doente ...

4 comentários:

Gorduchita disse...

É fantástico vê-los evoluir.
A minha foi mais lenta na parte motora, mas isso nunca me preocupou. E há muito que deixei de pensar em idade corrigida. :)

Supimpona disse...

Tão bom ver um filho crescer :) E nascendo prematuro ou não (e compreendo que os médicos façam essa distinção nos primeiros tempos/anos), as crianças têm mesmo desenvolvimentos diferentes. Não podemos comprar. O importante é estarem a crescer felizes e saudáveis :)
Beijinhos

Sónia RM disse...

É tão bom vê-los a crescer e a deixarem de ser os nossos bebés ;)

Rabiscos de Amor disse...

Deixam de ser bebés tão depressa!! :)