16/06/2016

9 meses depois ...

Dizem que o corpo de uma mulher grávida modifica-se ao longo de 9 meses e leva outros tantos para voltar ao lugar. Eu sou daquelas que gostava de ter a desculpa de estar como estou devido à gravidez mas não :) Engordei apenas 6kg e perdi-os na primeira semana pós-parto, um mês depois a barrigona insuflada. Uma vez que tenho tendência para engordar nem sei como consegui tal proeza, se não sou adepta de dietas não foi durante a gravidez que fechei a boca, apenas evitei o que me foi aconselhado porque não era imune à taxoplasmose. 

Portei-me muito bem (ter enjoado e vomitado os primeiros 4 meses e não ter chegado aos nove meses também ajudaram!). Nunca tive vontade de comer por dois (erro que as pessoas mais antigas aconselham), nem tive desejos especiais.O meu cunhado até ficou desapontado comigo por não ter inventado nenhum desejo mirabolante para dar conta da cabeça ao irmão a meio da noite! Só para o final da gravidez é que ganhei mais apetite, tanto que as minhas vizinhas de quarto (do período em que estive internada para ver se ele não nascia antes do tempo) queixavam-se todas da comida de Hospital e eu não, estava tudo muito bom, pena não ser mais :) Tudo o que ganhei foi para a barriga - e que senhora barriga! - que, felizmente, não ganhou nenhuma estria. Mesmo em repouso e com mais apetite a coisa não descambou para o fim. Safei-me.

A fome só veio com a amamentação, ganhei 4kg durante esse período. Há quem emagreça dando de mamar mas a mim deu-me para engordar. O que fazer? Sou do contra! Quando ele começou a rejeitar a mama acabei por os perder, apesar de ter sido com mais dificuldade.

Não me posso queixar das "sequelas" da gravidez, rapidamente fui ao lugar, a única coisa que me falta perder são uns centímetros na cintura que teimam em não desaparecer (a barrigona não afectou-me muito a anca, mas sim a zona da cintura - o volume!), e perder mais uns quantos quilos que já cá estavam antes da gravidez. (Filho, a culpa não é tua! Eu não sou a desmiolada da tua avó que passados 30 anos ainda me culpa por ter engordado!). 

A minha luta começa agora!

6 comentários:

Gorduchita disse...

Força!
Eu tb não culpo a gravidez. É certo que foi nessa altura que ganhei o peso mas se não o perdi entretanto é por responsabilidade minha! :P

♥Cat disse...

Vais conseguir =)
E que continue tudo a correr lindamente!
nem mais nem menos | Facebook | Instagram

Xica Maria disse...

Eu emagreci imenso depois da primeira gravidez só com o amamentar.
Espero voltar a essa proeza!

Nádia disse...

Que relato tão bom! Há mulheres que dizem que a própria anca alargou e isso, infelizmente, dificilmente volta ao lugar. É bom ler que existem casos bem menos drámaticos! 4kg não é nada :)

A Pimenta* disse...

Eu ganhei 19 kg na gravidez (que vergonha!) e passados dois anos, ainda me faltam perder 4 kg para voltar ao peso que tinha antes de engravidar. Maior mazela? A barriga que nunca mais foi ao sítio mas agora estou a tentar contornar a situação com mais cuidado na alimentação e a seguir as recomendações de uma nutricionista.

Rabiscos de Amor disse...

Vou-me juntar ao grupo! Engordei 11kg (como também não cheguei aos 9 meses acho que ajudou) mas tive muita sorte, comi MUITO durante a gravidez... uma gravidez de risco, de repouso, deitada, o que se pode fazer de melhor: comer! Já estive mais magra mas agora voltei a ganhar 2 quilinhos e não é que me sinta gorda, mas a roupa não serve (treta de barriga!!) Tenho tido mais cuidado com o que como também :) força aí :) :) :)