01/04/2016

Dias especiais [Até parece mentira!]

Parece-me que este vai ser um ano nostálgico, os dias passam e eu lembro-me nitidamente de certas datas especiais, do que andava a fazer há um ano. Lembro-me bem da primeira consulta na Obstetra, calhou numa sexta-feira 13 (13 Fevereiro de 2015). Foi a primeira vez que o vi, às 6 semanas era um pontinho no ecrã mas o seu coração já batia acelerado. Nem tenho palavras para descrever o que senti. Eu que não sou de chorar à frente de ninguém, não me contive com a emoção. Dizem que as sextas-feiras 13 são dias de azar, mas para mim foi um dia de sorte.


Hoje, dia 1 de Abril (mas de) 2015, fomos fazer a primeira grande eco para ver se estava tudo bem. Às 13 semanas já estava formadinho e cheio de genica. O pai emocionou-se, riu-se, sei lá! Foi uma mistura de sentimentos e um alívio saber que estava tudo bem. Já tinha feito o exame bioquímico, faltava fazer a eco para ter os resultados do rastreio combinado, apesar de não ser obrigatório na minha idade, decidimos fazer e ficamos muito mais descansados. Foi um alívio. Nesse preciso momento queríamos gritar ao mundo a nossa felicidade, mas ... quem é que iria acreditar nisso neste dia? O dia das mentiras. Algo não deixa de ser verdade só porque ninguém acredita, como eu costumo dizer, mas nós optamos por dar a boa nova mais tarde. Porque há coisas e/ou momentos que não importa a opinião dos outros, mas sim as nossas verdades. É só isso que importa. 

Sem comentários: