30/12/2015

Adeus, 2015

Não sou pessoa de grandes listas de objectivos, nem de planear a vida a longo prazo porque volta e meia as circunstâncias mudam, as vontades mudam. O ano passado tinha apenas um sonho para este ano: engravidar. Aconteceu logo em Janeiro, nem queria acreditar! Engravidei e fui mãe em 2015, o melhor deste ano. O melhor da minha vida. Apesar da sua chegada antecipada, de ter apanhado o susto da minha vida e de ter passado pela pior angústia que já vivi, posso dizer que 2015 foi um ano muito feliz. Adorei estar grávida e tenho adorado ser mãe deste pequeno. É o maior desafio que já tive em mãos! E por ter enfrentado estes tempos difíceis ajudou-me a ser uma pessoa ainda mais grata, de acreditar que depois da tempestade vem sempre a bonança, e a reforçar o que já sabia: a verdadeira felicidade está mesmo nas pequenas coisas da vida.


Foi, É, e sempre Será um ano muito especial para mim.

Um ano recheado de amor, de me ter sentido acarinhada e apoiada pelas pessoas que me são queridas, que estiveram sempre comigo nos bons e no pior momento da minha vida, de muitas lágrimas (também de alegria!) e sorrisos. Um ano recheado de verdadeiras emoções. O ano que me deu a melhor prenda de sempre: o meu pequeno (cada vez menos XXS!).

Que 2016 traga o dobro das alegrias e metade das tristezas!

Feliz Ano Novo

28/12/2015

Primeiro Natal a 3


Tenho recebido as melhores prendas que a vida me poderia dar: uma família para lá de espectacular, um amor que está comigo com quase metade do tempo da minha existência!, amigos desde sempre, e um filho lindo e saudável. O que eu posso pedir mais? São presentes que não vêm embrulhados mas são a coisa mais preciosa que temos na vida. E saber que o meu pequeno aos 4meses está a desenvolver-se como um bebé de termo é o grande presente deste Natal para esta família.

23/12/2015

A época mais bonita do ano está aí

Estou na cama com o pequeno a dormir ao meu lado, mole das três picas que levou ontem, e com os gatos aos meus pés. Estamos todos aqui enroscadinhos uns nos outros para combater este frio. O Inverno chegou em força e eu "ganhei" uma dor de garganta e de ouvidos, e muito ranhozito! Apesar de tudo, estou cheia de entusiasmo para os próximos dias - Natal e Ano Novo. Balanços começam a ser feitos e objectivos a serem traçados!
Infelizmente ainda não se vende saúde e tempo porque gostaria de embrulha-los e oferecer. Saúde para todos aqueles que amo e tempo para aqueles que só têm tempo para dizer que não têm tempo! Porque o tempo é um bem precioso que não volta para trás ...

Feliz Natal

(Selecção de imagens do Pinterest elaboradas por mim)

19/12/2015

Prendas & Embrulhos

A minha encomenda já chegou, este ano vou oferecer memórias à minha família (pais, sogros e avós). Os meus pais andam há muito tempo para escolher mais umas fotos do nosso casamento e sei que queriam umas quantas da sessão de gravidez. Como fiz a sessão de Natal e sei que vão querer algumas do neto, vou elaborar um álbum com os nossos momentos mais marcantes e felizes. Para os sogros e avós, fotos da sessão de Natal emolduradas. Para os (futuros) padrinhos também. 
Acho que é uma prenda gira e que me permitiu ficar longe dos centros comerciais nesta época do ano, a correr loja em loja sem saber o que comprar, como chegou a acontecer em anos anteriores. Desta vez foi só escolher as fotos, contactar o nosso fotografo e mandar revelar. 
Este fim-de-semana vai ser dedicado ao embrulho das prendas, de miúdos e graúdos. Achei que prendas especiais mereciam embrulhos especiais. Comprei papel, fita, laços, sacos ... agora é só colocar mãos à obra!

Bom fim-de-semana
(Imagem: daqui)

18/12/2015

Era para a Passagem de Ano ...

Comprei este fatinho em Outubro, tinha ele dois meses, já a pensar na Passagem de Ano. Achei-o engraçado para a data. Imita um colete - dá um ar formal sem o ser - e é em azul clarinho - já que não veste a cueca azul ... :) Na altura, o tamanho 1-3 meses ainda lhe ficava a nadar. Por isso, sempre que comprava roupa mais quente comprava esse tamanho para dar tempo à chegada do frio. Acontece que aos 3 meses ele deu um pulo e agora aos 4 já veste roupa adequada aos seus meses.
No início deste mês, ao abrir o guarda-fatos dele, olhei para o fatinho e para o bebé, bebé-fatinho, e achei-o já à tangente. Vesti-o para experimentar e mais um pouco nem chegava a estrear. Ficou à medida. E ficou sem roupa para a Passagem de Ano. Depois do Natal será essa a minha missão!

15/12/2015

Pequenos momentos de felicidade

Deito-o na sua alcofa de lado, virado para mim. Roça os seus olhinhos cheios de sono mas faz um esforço para não dormir logo, primeiro quer ouvir a mãe a cantar e sorrir para ela. Vai esboçando grandes sorrisos e pequenos guinchos enquanto coloca as suas mãos em conchinha, em sinal de agrado. As persianas começam a querer fechar mas ele luta mais um pouco. Sorri. Eu derreto-me com ele. Dorme, finalmente, calmo e sereno. E eu vou dormir de coração cheio e mais aquecido.

(Desde os 3 meses as noites têm sido boas, dorme umas maravilhosas 8h a 10h seguidas!)

(Imagem: daqui)

14/12/2015

Quase a dizer adeus ao Outono

Entre consultas e mais consultas, e sempre que o tempo permita, vamos aproveitando para passear. A semana passada percorremos as ruas de Lisboa - e que lindas elas estavam! -, cheias de folhas caídas. É o Outono a despedir-se! Um cenário lindo para fotos.
Sábado realizamos a nossa sessão de Natal no exterior, a luz e a temperatura estiveram a nosso favor, as fotos ficaram lindas, ainda fomos a tempo! 
Domingo foi dia de devorar a série Once upon a time - estamos viciados -, terminamos a primeira temporada e já entramos na segunda. Com este tempo mais chuvoso espera-se uma semana mais recatada, mais virada para programas caseiros que sabem tão bem!

11/12/2015

Aquela Árvore de Natal

Ontem foi dia de mais uma "visita" de rotina à Maternidade, de passar novamente por aquelas portas e corredores. Ainda não me sinto confortável naquele piso onde o meu menino esteve internado. Foi tudo muito recente, ainda não consegui ultrapassar as lembranças dolorosas desses tempos. Contudo, ontem não me senti triste por mim. Ontem fiquei triste por todos os pais que passam ali todos os dias, não só porque sei pelo o que estão a passar, mas também porque estava lá ... uma Árvore de Natal! Ainda por cima no corredor dos cuidados intensivos do serviço de Neonatologia! Perturbou-me tanto ... Pessoalmente, ver tudo aquilo que ela representa ali deixou-me sem chão. Natal é família, união, convívio, sorrisos, alegria. Tudo aquilo que os país de bebés internados não poderão ter em suas casas. O primeiro Natal será marcado com aperto no coração, sem qualquer clima natalício, apenas com a esperança que os seus bebés saíam dos cuidados intensivos e que possam leva-los logo, logo para casa. Só espero que o Pai Natal dê esse presentinho a todos aqueles pais! 

[Levei uma eternidade a escrever este pequeno texto, fiquei mesmo com o coração pequenino. Sei a dor que é estar longe de um filho devido ao seu internamento, mas, felizmente, não saberei o que é passar o primeiro Natal sem ele. E só de ter pensado custou-me horrores e foi por isso que não encarei bem aquela Árvore de Natal ali. Encarei-a como uma lembrete que o Natal está quase aí e eles continuarão aqui internados! Mas agora que escrevi sobre "esperança" e o "Pai Natal" e reflicto sobre isso, talvez seja por isso que aquela Árvore de Natal tenha sido ali colocada (nos cuidados intensivos onde estão os bebés mais mini e frágeis a lutar pela vida), para dar esperança e um pouco de alento aos seus pais. Afinal, o Natal também é isso: esperança.]

07/12/2015

A partir daqui | 3 meses

Confesso, os primeiros meses são um pouco monótonos, eles comem-dormem, dormem-comem. Não passa muito disto. Agora aos 3 meses (quase, quase 4 meses, já?) é que a coisa tem sido mais divertida. Ele já dava sorrisinhos, agora esboça uns bem grandes para mostrar aquela boquinha desdentada e vai dando gargalhadas. Delicioso :) E vai palrando, quer muita conversa. Estou a adorar esta fase e parece-me que daqui para a frente será ainda mais divertida.
Espreguiça-se muito, está a crescer a olhos vistos e já tem umas belas bochechas. Adoro. Já nem parece o ratinho que me enfiaram nos braços, tão pequenino e magrinho. É pai a dormir, faz com cada pose! E o pai babado tem uma grande pancada pela Winnie de Pooh, é roupa, é tapa-sol do ovinho, muda-fraldas ... 
É tão bom vê-los crescer!

04/12/2015

Hambúrguer Gourmet

Andava há imenso tempo para experimentar este tipo de hambúrgueres. Com a gravidez e porque não era imune à taxoplasmose tive de adiar os meus apetites. Agora que provei já não quero outra coisa. Fiquei fã. São super bons, muito bem servidos e a limonada de morango caí mesmo bem. Todos os meses há um hambúrguer novo - o hambúrguer do mês -, todos os meses podem contar comigo! 
O espaço é muito agradável, a vista para o Tejo é linda, os preços em conta. É a minha hamburgueria de eleição!

03/12/2015

É Natal. É Natal.


Entramos no último mês do ano, o mais mágico de todos. Adoro ver as ruas "vestidas" a rigor, o clima desta época, do espírito de família e da sua união, dos mimos que compramos a pensar nas nossas pessoas especiais, dos embrulhos, de alguns doces típicos desta época (eu cá sou muito esquisita) ... Apesar de toda a alegria e força de vontade, ainda não houve tempo para decorar esta casa. Nos outros anos já estaria preparada desde meados de Novembro, este ano estamos atrasados! Os presentes para os pais e avós já estão encomendados. Falta comprar a do meu marido, já está pensada e irei despachar o assunto ainda esta semana. Consegui marcar uma sessão fotográfica de família, será um presente de nós para nós! Pensando em fotos, preciso de um presente de mim para mim: um anti-olheiras! (Sugestões?) As noites até têm sido boas, mas não há meio delas desaparecerem. Já fui à cabeleireira, dei um bom corte de cabelo mas continua comprido, é o que dá deixar ele chegar à cintura. Optei por um corte a direito com uma franja longa. 
O pequenote já recebeu o seu primeiro calendário do advento, os pais vão fazer o sacrifício de comer por ele! Hoje recebi o novo calendário de 2016 de uma associação de gatos. Adoro-os.